Grande oportunidade há no mercado financeiro mais nem sempre é fácil escolher um melhor investimento.

Antes de tornar- se um investidor é preciso conhecer o perfil de ser um investidor, entenda qual será o seu objetivo a ser alcançado, o caminho que vai trilhar sendo : um caminho mais curto e mais ousado ou pelo caminho mais longo e, praticamente, sem riscos. Quanto mais longo o prazo da operação, menor é o risco do investimento.

Investir bem e buscar os caminhos melhores em seu investimento e tentar ter maior retorno e menor risco. Indicamos que saiba claramente o tempo que pretende aplicar os seus recursos.

Defina o tempo, o risco, e o perfil dos seus investimentos sendo ele :

– Conservador : Aquele que não gosta de riscos e concentra todos os investimentos em renda fixa ;

– Moderado : Aquele que aceita pequenos riscos, concentra a maior parte do investimento em renda fixa e aplicando uma parcela menor em renda variável ;

– Agressivo : Aquele que gosta de arriscar, concentra a maior parte de sua carteira em renda variável.

Buscando sempre o melhor retorno de acordo com o risco em que irá assumir e fundamental para o investimento escolhido, não concentre todo o seu investimento em uma aplicação só.

O investidor ficará desprotegido e exposto a mais riscos, equilibre o portfolio de investimentos, diversificando e com estratégias que completam, tentando diminuir os riscos neste cenário de crise.

Diferença entre poupança e tesouro direto.

A poupança é garantida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC), uma entidade privada, sem fins lucrativos, que administra um mecanismo de proteção aos correntistas, poupadores e investidores.

A garantia dos títulos públicos negociados no Tesouro Direto é o Tesouro Nacional, ou seja, o governo. É mais provável uma instituição privada quebrar do que o governo.

Comparando a poupança com o Tesouro Direto nos quesitos rentabilidade, liquidez (facilidade de transformar o investimento em dinheiro), simplicidade e incidência de taxas e impostos, a poupança se sai melhor em todos, menos na rentabilidade.

Ao investir no tesouro direto é preciso procurar um banco ou corretora, escolher o tipo de título no qual quer investir, o prazo de vencimento, e também é preciso fazer novas compras quando o título vence.

Quando se investe na poupança não há incidência de impostos de renda, já no tesouro direto há incidência de impostos em função do prazo da aplicação.

Analise corretamente como aplicar o seu dinheiro e fazer com que ele renda muito mais e você possa ganhar dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here